Arquivo do mês: agosto 2008

Meu coração míope

Coitado desse pobre órgão de vistas enevoadas pela magoa e frieza da literatura inadequada de todas as noites. Neruda, Espanca, Goethe. Reverberam no canto mais escuro e largo da minha alma vozes que vão ao alvo certo do meu coração, … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário

Minhas Férias

Viajei, busquei, quase congelei. Minas Gerais, doce de leite, pão de queijo. O melhor? O menino que joga bola no campinho Junior, meu sobrinho! Assisti, vibrei, gritei gol, adorei. Adoeci, tomei remédio, curei. Dirigi, dirigi, cheguei. Rio de Janeiro, braços … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 3 Comentários