O puro e o purificador

Agora há pouco, depois de sair do banho quente proporcionado pelo chuveiro elétrico aqui de casa, fui até a cozinha e tomei um copo d’água fresca gerado pelo meu super purificador de água Europa. Parei, olhei para o aparelho miúdo de tamanho poder, e refleti sobre essa história da purificação.

Inevitavelmente, lembrei das águas que tomei nos últimos quatro dias, lá dos Andes, especificamente da Cordilheira Real, Bolívia, na região do Condoriri. A água lá é abundante, do gelo que escorre sem cessar. É gelada de doer dedos e gargantas. Para buscá-la é preciso caminhar pelas colinas que descansam a 4600m de altitude. Ofegantes, ajoelhamos diante da fonte e enchemos nossas garrafas. Bebemos a água pura (após um tratamento manual com cloro para evitar possíveis desconfortos intestinais pouco queridos em uma empreitada no altiplano boliviano).

O protetor solar buscou, sinceramente, me proteger dos raios solares, para que minha pele permanecesse pura e livre das manchas, sardas, sulcos, rugas, enfim, das impurezas do malvado astro. Falhou, pois olho no espelho agora e, ao passar meu super tônico purificante, encontro mais rugas, sulcos, sardas e manchas.

Será que eu precisaria de uma dose extra de purificação, pois?

Mas, e se, ao passar o algodão úmido sobre o rosto ressecado, também encontro a história bonita que vivi aos 5400m, ao lado do meu amor eivado de barbas e cabelos e cheiros que os dias trazem e manias que os anos talham. Meu amor também precisaria de purificação? Dose dupla?

Ou seríamos/estaríamos nós realmente puros aos nos entregarmos à natureza e sermos, simplesmente, o que somos, sem recorrermos a purificações artificiais?

Lembro do Leo e sua família, isolados em seu sítio em São Roque, no interior de São Paulo. Criam-se os meninos orientados pelos pais que encontraram UM JEITO de viver puro, e não purificado. Desde a busca pelo alimento puro (os grãos, brotos e vegetais) até pelo zelo na pureza das amizades que preservam, amando e respeitando os amigos, inclusive nós, os ausentes, porque a pureza é assim, de graça. Tal qual a água, o sol, os vegetais, a terra, o sorriso da criança e a força do nosso caminhar.

A purificação que buscamos, portanto, acredito estar dentro de nós, refletida nitidamente em nossas ações e escolhas. O purificador Europa retira as impurezas da água de forma mecânica e imediata, ao passo em que a água buscada na fonte, congelante, tratada manualmente e vagarosamente, traz em si todo o significado de buscar e prepara a água a beber.

Pois é, sem querer querendo, acabei caindo em outra máxima do tio Exupery, quando diz que o sabor da água também está na caminhada até o poço a passos lentos, mãos no bolso… no barulho da roldana, no ruído do balde tocando a água. Diante de todo esse incrível cenário, o “click” do botão do meu purificador Europa ficou absolutamente vazio e sem sentido.

Claro que no nosso dia-a-dia não podemos, a cada copo d’água, dar um pulo até uma fonte mais próxima, lata d’água na cabeça, seguir toda a linha romântica da famosa dupla imortalizada pelo autor francês, mas, a DIFERENÇA está em saber o gosto que tem uma água encantada.

Essa metáfora pode ser aplicada a diversas situações de nosso dia-a-dia, basta sairmos um pouco do piloto-automático, da planinha do Excel, e partir ao encontro da pureza que habita em cada fenômeno da natureza. Como, por exemplo, uma viagem ao agreste! Aprendendo com as montanhas, o sol, a água, o relevo a importância, o valor e, claro, o sabor das pequenas coisas.

Anúncios

Sobre ruivaah

Apaixonada por livros, fotos, viagens, montanhas, bicicleta, riachos, familia, amigos e animais! Apaixonada pelo sol e pela chuva.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s